03 Feb 2017

A velocidade é necessária numa emergência

Extremidade de avião em pista de aviação
 

Podem ocorrer emergências a qualquer altura, quer seja devido a falha de equipamento, um desastre natural causado por condições climatéricas extremas, cheias ou incêndios e podem perturbar a sua atividade, fazer aumentar os seus custos e potencialmente prejudicar a sua reputação.

O tempo é vital e, por isso, estabelecer uma parceria com um fornecedor de energia com experiência, especialização e uma vasta rede de depósitos pode recolocar-nos a trabalhar rápida e eficientemente, onde quer que estejamos. Aggreko trabalha há mais de 50 anos nesta atividade e tem mais de 200 localizações em todo o mundo, permitindo-nos mobilizar rapidamente. 

O Ministério da Energia do Benim pretendia 50 MW de energia a diesel instalada a tempo para um potencial pico de procura no Natal de 2016. 

"Aggreko não hesitou e tinha 50 MW instalados quatro dias antes do programado. Ficámos muito satisfeitos com a sua resposta rápida e com a fiabilidade do projeto", referiu o Diretor Comercial e de Clientes e Chefe de Projeto de SBEE, Raymond Okpeicha. Uma história semelhante aconteceu em Guam em agosto de 2015 quando uma explosão e um incêndio no início da manhã numa central elétrica provocou a perda de 80 MW da sua capacidade de 436 MW.

O incêndio coincidiu com a renovação planeada dos geradores que, caso tivesse avançado, resultaria numa perda de carga inaceitável. A Autoridade Energética de Guam deu aos fornecedores apenas 10 dias para apresentar uma proposta para fornecer 40 MW disponíveis no prazo de 60 dias.

"A CCU selecionou Aggreko como a empresa que poderia fornecer a solução que precisávamos basicamente por três motivos: conseguiam trazer o conjunto de solução de que precisávamos muito rapidamente, seria muito fiável porque seriam 40 unidades de 1 MW em vez de uma grande unidade de 40 MW e podia funcionar na fonte de combustível existente que já tínhamos instalada", referiu Joseph T Duenes, Presidente da Guam Consolidated Commission of Utilities.

E quando a Tasmânia enfrentou potenciais cortes de energia durante uma seca de verão que deixou as barragens com baixos níveis que poderiam ter danificado os geradores na central hidroelétrica, juntamente com uma falha no cabo elétrico submarino Basslink proveniente da Austrália continental, chamaram Aggreko para fornecer uma frota num curto espaço de tempo. Mobilizámos imediatamente 24 MW e acabaríamos por fornecer 200 MW de energia gerada a diesel para perfazer 12 porcento das necessidades da ilha. 

"Era claro para nós que Aggreko tinha a capacidade para fazê-lo. Ficámos impressionados por ter tradição de trabalhar nestas situações intensificadas várias vezes no passado e sem dúvida beneficiámos desse facto", referiu Steve Davy, Diretor-Geral da Hydro Tasmania. Nada funciona sem energia e, por isso, é vital colocar alimentação elétrica em funcionamento rapidamente após um incidente. 

Todas as imagens deste website estão sujeitas a direitos de autor e não podem ser utilizadas sem autorização prévia de Aggreko.